Acessibilidade

Curso de Libras oferecido pelo Prosamim socializa família de deficiente auditivo

As limitações de comunicação sempre foram desafiadoras na família do jovem Robson Fernandes, de 28 anos, que é deficiente auditivo desde criança. Mas esse problema vem sendo resolvido gradativamente com a capacitação de seu irmão e de sua tia no primeiro curso de Linguagem Brasileira de Sinais (Libras), oferecido pelo Programa Social e Ambiental dos Igarapés de Manaus (Prosamim).

As aulas ocorrem diariamente no escritório administrativo do Residencial Liberdade, localizado no bairro Morro da Liberdade, zona sul de Manaus, e têm colaborado para melhorar a interação dentro de casa e no cotidiano da família.

“Quando eu pegar a prática, vai melhorar o meu relacionamento com meu irmão dentro de casa, para eu poder entender o que ele quer me transmitir e também poder me comunicar com ele, assim como os meus familiares. Isso será muito gratificante para toda a família porque imagina você ter uma pessoa que precisa se expressar e você não consegue entender”, afirmou o Dheimerson Fernandes, 27, irmão de Robson.

Durante as aulas, a tia Maria Idelfina, 34, e o irmão Dheimerson Fernandes interagem com os assuntos ministrados pelo instrutor do Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam), Antônio Borges. “O curso procura, além de profissionalizar e capacitar os alunos inscritos, promover a inclusão dessas pessoas na sociedade, possibilitando a comunicação através da linguagem de sinais”, ressalta.

A experiência tem sido gratificante para a autônoma Maria Idelfina nas aulas. “Quando soubemos que ia ter esse curso fomos um dos primeiros a se matricular porque temos essa necessidade de aprender ainda mais a linguagem de sinais e, graças a Deus, que tem sido algo bem proveitoso”.

Capacitação e oportunidade – Com o objetivo de profissionalizar a comunidade, o Prosamim, em parceria com o Cetam, está realizando o curso de Libras gerando oportunidade de capacitação profissional e ocupação aos moradores dos residenciais do programa. A primeira turma do curso de Libras deste ano conta com 35 alunos, entre jovens e adultos.

A subcoordenadora do social do Prosamim, Viviane Alves, afirma que logo que conheceu Robson e seus familiares achou a história e a intenção da sua família promissoras, pois o curso iria possibilitar a comunicação entre o jovem e seus familiares no ambiente familiar. “É gratificante perceber o poder da inclusão trazida pela linguagem de Libras para essa família e notar que o desenvolvimento e a interação do Robson com seus familiares só têm a melhorar após eles conseguirem se expressar”, afirmou.

 

FOTOS: TIAGO CORRÊA/UGPE

CONTATOS: Assessoria de Comunicação da Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra): Alessandro Bandeira (99119-5792), Eduardo Silva (98130-3990) e Midiã Viana (99289-7724).